Como são medidos os arquivos digitais?

Lembra quando escrevíamos cartas e guardávamos em pastas? Bem, hoje em dia, fazemos a mesma coisa, mas com arquivos digitais! Deixe-me explicar como eles são medidos.

Tudo começa com um ‘bit’, que é como um pedaço minúsculo de informação. Em seguida, temos um ‘byte’, que é um grupo de 8 desses ‘bits’. É como um pequeno pedacinho de informação.

Depois do byte, as coisas começam a ficar maiores! Temos o ‘kilobyte’ (KB), que é um monte de bytes. É como uma pilha de cartas de tamanho médio. O ‘megabyte’ (MB) é ainda maior, como uma caixa cheia de cartas.

Depois, há o ‘gigabyte’ (GB), que é como um grande armário cheio de caixas! É usado para medir arquivos realmente grandes, como filmes ou muitas fotos. E, finalmente, temos o ‘terabyte’ (TB), que é como uma casa inteira cheia de armários gigantes!

Então, basicamente, quando falamos sobre o tamanho de um arquivo digital, usamos essas ‘caixinhas’ – kilobytes, megabytes, gigabytes e terabytes – para entender o quão grande ele é!

Para ter uma ideia do tamanho dos arquivos do celular veja a imagem abaixo:

Agora você já consegue identificar o que mais tem potencial de ocupar espaço no armazenamento do seu celular e também no seu computador, pois o que acabamos de explicar serve para todos os arquivos digitais, independente do tipo de dispositivo que você utiliza para acessar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima